medalha
   A Medalha Paulo Freire é uma premiação nacional, acontece anualmente, tem como objetivo Identificar, reconhecer e estimular as experiências educacionais que promovem políticas, cujas contribuições são relevantes para a educação de jovens e adultos no Brasil. A premiação é conferida à poderes públicos e instituições que se destacaram nos esforços da universalização da alfabetização e educação de jovens e adultos.

O reconhecimento de São Bernardo do Campo para esta premiação aconteceu pelo perfil de política sistêmica e conjuntiva que foi organizada à esta modalidade, desde o inicio desta administração, em que a EJA passou a ser reconhecida como ordem de direito, sob a concepção de Educação Permanente e ao Longo da Vida.

Este reconhecimento da ordem do direito se fez sob a compreensão das especificidades que os sujeitos jovens e adultos possuem e então toda a oferta começou a ser pensada a partir do perfil dos/as educandos/as que são diversos. Isto ocasionou uma escola mais flexível, com um currículo mais aberto, comprometido com a formação integral, em que ciência, cultura e trabalho são articulados.

Em reconhecimento a diversidade, foi organizada uma oferta por serviços diferenciados sendo estes: PROMAC (Programa de Alfabetização de Continuidade), QUALIFICAR PARA MUDAR (um serviço de elevação de escolaridade e qualificação profissional) e MOVA (Movimento de Alfabetização). Com estes três serviços, a escola chegava até os diferentes sujeitos da EJA (jovens, adultos, idosos, mulheres e homens) em diversos horários e com diferentes propostas de atendimento, porém aos três atendimentos, a concepção de formação integral e crítica ao/a trabalhador/a era referência formativa.

Para a concretização deste processo formativo dinâmico, o perfil das políticas conjuntivas se pautou na garantia do acesso, permanência e qualidade social para sucesso escolar.


 




Foto: Divulgação






 


Leia todas as notícias
Leia mais notícias no Clipping